houses%2520near%2520sea_edited_edited.jp

COL LISBOA

o tema

«Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc 1, 39) é a citação bíblica escolhida pelo Papa Francisco com lema da XXVIII Jornada Mundial da Juventude que acontecerá, pela primeira vez, em Lisboa, capital de Portugal. A frase bíblica (uma citação do Evangelho de São Lucas) dá início ao relato da Visitação (a visita de Maria a sua prima Isabel), um episódio bíblico que se segue à Anunciação (o anúncio do anjo a Maria de que iria ser a mãe do Filho de Deus e que foi o tema da última JMJ, na Cidade do Panamá).  

Na conversa que tem com Maria, na Anunciação, o anjo diz-lhe também que a sua prima, de idade avançada e considerada estéril, estava grávida. É então que Maria, depois de afirmar ao anjo «Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra» (Lc 1, 38), se põe a caminho de Ain Karim, uma povoação perto de Jerusalém, onde vivia Isabel que esperava o nascimento de João, que viria a ser São João Baptista. 

Maria de Nazaré é a grande figura do caminho cristão, que nos ensina a dizer sim a Deus. Ela já foi protagonista da última edição da JMJ e sê-lo-á também em Lisboa. 

No episódio bíblico da Visitação, a ação de levantar-se apresenta Maria, simultaneamente, como mulher de caridade e mulher missionária. Partir apressadamente é a atitude com a qual se sintetizam as indicações do Papa Francisco para a JMJ Lisboa 2023, como explicou D. Manuel Clemente na 196.ª Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa: «que sejam de evangelização ativa e missionária por parte dos jovens, que assim mesmo reconhecerão e testemunharão a presença de Cristo vivo». 

Dirigindo-se particularmente aos jovens, desafiando-os a serem missionários corajosos, o Papa escreve na Exortação Apostólica Christus Vivit: «Onde nos envia Jesus? Não há fronteiras, não há limites: Ele envia-nos a todos. O Evangelho não é para alguns, mas para todos» (CV 177).

o logo

O logótipo da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, inspirado no tema «Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc 1, 39), tem a Cruz como elemento central. Esta é atravessada por um caminho onde surge o Espírito Santo. Trata-se de um convite aos jovens para que não se acomodem e sejam protagonistas da construção de um mundo mais justo e fraterno. As cores (verde, vermelho e amarelo) evocam a bandeira portuguesa.

Cruz
A Cruz de Cristo, sinal do amor infinito de Deus pela humanidade, é o elemento central, de onde tudo nasce.

Caminho
Tal como indica o relato da Visitação que dá tema à JMJ Lisboa 2023, Maria parte, pondo-se a caminho para viver a vontade de Deus, e dispondo-se a servir Isabel. Este movimento sublinha o convite feito aos jovens para renovarem «o vigor interior, os sonhos, o entusiasmo, a esperança e a generosidade» (Christus Vivit, 20). A acompanhar o caminho surge, ainda, uma forma dinâmica que evoca o Espírito Santo.  

 

Terço

A opção pelo terço celebra a espiritualidade do povo português na sua devoção a Nossa Senhora de Fátima. Este é colocado no caminho para invocar a experiência de peregrinação que é tão marcante em Portugal.

Maria

Maria foi desenhada jovem para representar a sua figura tal como é retratada no Evangelho de São Lucas (Lc 1, 39) e potenciar uma maior identificação com os jovens. O desenho exprime a juvenilidade própria da sua idade, característica de quem ainda não foi mãe, mas carrega em si a luz do mundo. Esta figura aparece levemente inclinada, para mostrar a atitude decidida da Virgem Maria.

Condições de uso da marca

A utilização da marca JMJ, em qualquer material ou suporte de comunicação, pressupõe a leitura e o respetivo cumprimento das normas de utilização que se seguem abaixo.

De forma a orientar a correta utilização do logótipo JMJ e assegurarmos a consistência da comunicação da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, disponibilizamos um kit com os materiais e as regras relativas à utilização do logotipo, que pode ser acedido através deste link. Para questões ou dúvidas relacionadas com a marca JMJ, contacte:  marca@lisboa2023.org

A ORGANIZAÇÃO

O local onde se realiza a Jornada vai alternando, mudando de cidade, a cada edição. É o Papa quem escolhe a diocese que irá acolher cada JMJ, cabendo a esta a organização do evento, sempre em estreita colaboração com a Santa Sé, mais concretamente com o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida. É também o Santo Padre quem escolhe o tema da JMJ e o apresenta através de uma mensagem escrita para o efeito, orientando o caminho de preparação e a vivência da própria Jornada.

A edição em 2023 é organizada pelo Patriarcado de Lisboa. Com esse objetivo, o Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, instituiu o Comité Organizador Local (COL) da JMJ Lisboa 2023, órgão executivo da preparação e organização da JMJ Lisboa 2023 formado pelos Bispos Auxiliares de Lisboa D. Joaquim Mendes e D. Américo Aguiar e pelo secretário executivo Duarte Ricciardi.

A entidade jurídica da organização da JMJ Lisboa 2023 é a Fundação JMJ Lisboa 2023, presidida por D. Américo Aguiar.

A ORAÇÃO

Nossa Senhora da Visitação,
que partiste apressadamente
para a montanha ao encontro de Isabel,
fazei-nos partir também ao encontro 
de tantos que nos esperam
para lhes levarmos o Evangelho vivo:
Jesus Cristo, vosso Filho e nosso Senhor!

Iremos apressadamente,
Sem distração nem demora,
Antes com prontidão e alegria.

Iremos serenamente,
Pois quem leva Cristo leva a paz,
E o bem-fazer é o melhor bem-estar.

Nossa Senhora da Visitação,
Com a vossa inspiração, esta Jornada Mundial da Juventude
Será a celebração mútua do Cristo
Que levamos, como Vós outrora.
Fazei que ela seja ocasião de testemunho e partilha,
convivência e ação de graças,
procurando cada um o outro que sempre espera.

Convosco continuaremos
este caminho de encontro,
para que o nosso mundo se reencontre também
na fraternidade,
na justiça e na paz.

Ajudai-nos,
Nossa Senhora da Visitação,
A levar Cristo a todos,
Obedecendo ao Pai,
No amor do Espírito! 

O HINO

A música “Há Pressa no Ar”, hino da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, foi inspirada no tema da JMJ Lisboa 2023 [«Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc1,39)] e desenvolve-se em torno do ‘sim’ de Maria e da sua pressa para ir ao encontro da prima Isabel, como relata a passagem bíblica.

“Há Pressa no Ar” tem letra de João Paulo Vaz, sacerdote, e música de Pedro Ferreira, professor e músico, ambos da diocese de Coimbra, no centro de Portugal. Os arranjos são do músico Carlos Garcia.

O tema foi gravado, em duas versões: em português e na versão internacional em cinco idiomas (português, inglês, espanhol, francês e italiano).

Ao cantar este hino, os jovens de todo o mundo são convidados a identificarem-se com Maria, dispondo-se ao serviço, à missão e à transformação do mundo. A letra evoca também a festa da JMJ e a alegria centrada na relação com Deus.

Materiais para descarregar (Pautas, Áudios)

https://www.lisboa2023.org/pt/lisboa2023/hino

Letra/Lyrics | João Paulo Vaz, Matilde Trocado, Hugo Gonçalves (Pe). Música/Music | Pedro Ferreira Arranjo/Arrangement | Carlos Garcia

INSTRUMENTISTAS | MUSICIANS Bateria e Percussões / Drums & Percussion | Marito Marques Baixo / Bass | Cícero Lee Guitarras Acústica e Eléctrica / Acoustic and Electric Guitars | Tiago Oliveira Cavaquinhos, Bouzouki e Bandolins / Mandolins | Luís Peixoto Guitarra Portuguesa / Portuguese Guitar | Bernardo Romão Piano, teclados, cordofones e outras percussões / Piano, keyboards, string instruments and percussion | Carlos Garcia

CORO | CHOIR Soprano | Soprano Alice Simões; Ana Manuel Castro; Ana Rita Loureiro; Ângela Arantes; Carlota Dores; Carminho Vitorino; Inês Lindeza; Juliana Branco, Liliana Bernardo; Susana Ferreira; Teresa Ferreira. Alto | Alto Beatriz Fonseca, Benedita Costa, Carmo Lacerda, Carolina Borges, Filipa Augusto, Joana Peixoto, Margarida Botelho, Maria Inês Paz, Maria Teresa Machado, Matilde Ataíde, Soraia Martins. Tenor | Tenor António Guedes, António Maia, Emanuel Domingues, Henrique Vaz, Guilherme Corga, Hugo Monteiro, João Paulo Vaz (Pe), João Tavares, Miguel Fontes, Pedro Ferreira, Pedro Pereira, Pedro Santos, Pedro Varela, Salvador Seixas. Baixo / Bass Bruno Maricato, David Santos, José Blanco, Joseph Ngongo, Paulo Cabrita, Salvador Miranda, Tiago Quintas. Direção de Vozes / Choir conductor | Teresa Cordeiro assisted by Ana Isabel Pereira, Sérgio Peixoto. Direção Musical e Produção / Music Director and Producer | Carlos Garcia Captação, Mistura e Masterização / Record, Mix and Master | Nelson Canoa e Carlos Garcia

Vídeo / Video: smartzeko.com